Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Teresa Alves | 13.11.10

41

Estes também foram dias reencontrar a amizade que os desencontros vedaram. Revisitar lugares. Conhecer pessoalmente pessoas que se admiram. Integrar projectos inesperados. Correr a abraçar a família e parar o tempo para uma canção de embalar à mais pequena que é afinal a maior. Ouvir as vozes que chegam para dizer que seja feliz. Juntar numa mesa redonda o carinho que molhou os olhos desavisados. Rever sorrisos quase abandonados e afinal tão presentes. Sentir abraços acalmar as sirenes que o entendimento dispara em certos caminhos. Começar um dia antes e acabar um dia depois a contar os lugares e as pessoas que se juntaram para confirmar que há sempre bonança algures mesmo quando o tempo é de tempestade. Obrigada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

cenas ao molho:




moradores

 

um gato no telhado, uma humana por casa e uma erva no canteiro