Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Gato Vadio | 13.05.12

Feira do Livro

Lisbon Sky

 

A experiência não foi agradável. Passava dos trinta graus numa Lisboa que de tão chuvosa e fria até há poucos dias, anda desabituada de sábados com este calor. O céu estava fechado de nuvens e era como andar sob uma estufa sufocante. A dada altura abriu e o sol directo era insuportável. Para não variar, o preço da água era ridículo.

 

Apenas a teimosia obrigava a percorrer pavilhões repetitivos e vazios de sentido contextual. Alfarrabista a vender a cinco euros numa ponta e livros antigos a um euro na outra foram alguns pontos de interesse. A porto editora (minúsculas propositadas) decidiu meter os livros em cestos-mesa de metal como os do lidle. Título bem, título de pernas para o ar, título bem, título de pernas para o ar... Não há pachorra. Mas é um entretenimento para as pessoas que querem fácil e barato. Parecia mesmo uma feira, embora não propriamente no bom sentido do termo.

 

Falho sempre em deixar-me surpreender pela constatação do caos maior onde era suposto encontrar honestidade e ergonomia. E eu já estava de bigodes caídos até ao chão quando cheguei à minha paragem preferida, o Instituto Piaget onde comprei isto :-)

 

moment

 

No fim começou a ouvir-se o fado. O palco estava de costas para o Marquês e o fim de tarde convidou a um momento de descanso. Espreguicei-me. Estendi-me ao comprido. E foi então que topei este incrível céu.

 

Saturday afternoon in Lisbon

 

Podia ter levado a máquina fotográfica que, não sendo melhor que o telemóvel quando há luz, é muito melhor quando a noite começa a cair. Mas dá para perceber a sensação de estar deitado na relva com este céu mesmo por cima.

Mais umas quantas no sítio do costume.

Autoria e outros dados (tags, etc)




moradores

 

um gato no telhado, uma humana por casa e uma erva no canteiro