Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Teresa Alves | 08.10.13

Não vá uma pessoa esquecer-se

Às vezes subimos a fasquia do investimento num trabalho porque gostar que corra bem tem destas coisas.

Depois ainda somos atropelados de configurações corruptas, internet a conta gotas e uma sinusite de estimação a miar.

Até ao momento em que pára tudo. Pára o relógio e fica um burburinho de árvores aos gritos, Não vá uma pessoa esquecer-se de viver...

E amanhã voltamos a subir a fasquia do investimento num projecto cheio de vontade de ser. E voltamos a apagar incêndios disruptivos. Voltamos aos atropelos tecnológicos e às mazelas de estimação.

Amanhã voltamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

De Teresa Alves a 17.10.2013 às 17:55

Claro que sim :-)
Esse template agora é seu :-)

Comentar post




moradores

 

um gato no telhado, uma humana por casa e uma erva no canteiro