Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Gato Vadio | 18.08.13

Quintais acima

A lua enche-se de graça para me alumiar o caminho. E eu quintais acima a acorrer ao chamamento urbano onde outros chamamentos também gritam. Agora ainda dia mas bigodes compostos. Que se a noite se deitar ao caminho, já o luzeiro garante que me não perco.

Percorro vales e montes com a calma dos leões de papo cheio, ainda que a janta só me espere no destino. Qualquer gato em passeio comprido prefere comer à chegada, não vá ter de dar uma corrida. Mas também ajuda não ter bolas de pêlo a revirar o estômago.

Curiosa é a natureza que mete sol e lua no mesmo céu. Como se apenas para nos garantir resguardo entre o dia que se some e a noite que se espalha. Ou talvez apenas para acender a candeia das ideias..

Autoria e outros dados (tags, etc)


Erva Daninha | 09.08.13

Se

Se pela manhã o sol te vier beijar, deixa-o beber o orvalho que te enregelou as nervuras no desfiar da noite..

Autoria e outros dados (tags, etc)


Teresa Alves | 01.08.13

Beber para produzir!?

Será que todos aqueles que considerem o seu trabalho desagradável, devem começar a fazê-lo alcoolizados para "esquecer as agruras da vida"?
(imagem de kegworks.com)

“Note-se que, com álcool, o trabalhador pode esquecer as agruras da vida e empenhar-se muito mais a lançar frigoríficos sobre camiões, e por isso, na alegria da imensa diversidade da vida, o público servido até pode achar que aquele trabalhador alegre é muito produtivo e um excelente e rápido removedor de electrodomésticos”

in Público, ver artigo completo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

cenas ao molho:


Erva Daninha | 30.07.13

Uma pedra no sapato

Podemos racionalizar (quase) tudo. A perda, a rasteira, a indiferença. Podemos até racionalizar a traição, o engano ou a rejeição.

Podemos quase tudo, desde que o neocortex consiga fechar as algemas nos punhos da amígdala. Arrancar-lhe qualquer receptor químico. Amordaçá-la.

Mas esta merda não funciona se, no fundo, ainda estivermos em negação, de uma banalidade que seja. Porque na melhor das hipóteses fica-se com uma pedrita dentro do sapato.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Gato Vadio | 26.07.13

Continuam os testes live!

Nem sempre os chatos são descartados pelos alvos da sua insistente persistência, nem a redundância consegue descrever esta última :-/

 

Queremos tudo perfeito. Atirar um esgar de (des)entendimento para o blog e que o mesmo chegue bem. Parágrafos, espaços e afins.

 

E quere-me parecer que é desta :-))

Autoria e outros dados (tags, etc)

cenas ao molho:



moradores

 

um gato no telhado, uma humana por casa e uma erva no canteiro