Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Teresa Alves | 12.09.13

Porta fechada

photo.jpg

O treino de tradução de linguagem visual para linguagem verbal pode abreviar muito o processo de tradução. Aprendemos a verbalizar e a interpretar.

Mas teremos de viver com o que nunca chega a ser comunicado. Porque por mais que se treine, o pensamento visual é muito mais rápido.

E enquanto uns recebem treino para utilizar mais o pensamento visual, outros frustram por não conseguir palavras que em tempo útil vomitem um raciocínio inteiro.

Se nos tivermos habituado a verbalizar com razoável destreza, ficar sem palavra é como uma porta fechada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

cenas ao molho:



moradores

 

um gato no telhado, uma humana por casa e uma erva no canteiro