Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Teresa Alves | 20.03.13

A vida depois do Google Reader

O anúncio do fim do Google Reader deixou-me a bater mal. 

 

 

Ter uma app que sincroniza na perfeição entre vários dispositivos uma infinidade de feeds de rss agrupados em pastas e subpastas à minha escolha; que me permite acompanhar o que se vai fazendo e descobrindo e aprendendo, tudo acessível de um relance... (até fico lamechas) é de parar para pensar.

 

Até que ponto o nosso modo de vida evolui com a adopção de certas ferramentas e até que ponto estamos dispostos a flexibilizar para mudar as coisas para um novo segmento de evolução 

 

Quando começaram a disparar bitaites foi criado o perfeito ecosistema para todos os que entraram em pânico. E as apps que uns anúnciam como alternativas gratuitas já o não são, já que mal foram invadidos de novos utilizadores vindos do Google Reader, os seus responsáveis refrearam a adesão começando a cobrar pelas apps. 

 

Tenho experimentado alguns serviços e aplicações, web e nativas ios, e desde design "in your face" embora agradável mas com péssima usabilidade a apps tão simples que nem agrupar os feeds permitem, o meio-termo perfeito que se conhecia no Google Reader parece uma utopia.

 

E se existisse um outro Reader, de preferência como o Google Reader anterior (antes do útimo redesign) e fosse gratuito e se pudesse começar a utilizar já? Existe. É feito por gente que adorava o Reader anterior (e daí o nome "The Old Reader" ) e é excelente no desktop e portátil, mas apenas satisfatório no telefone (não um projecto "mobile first", é por isso).

 

No primeiro contacto o The Old Reader pareceu-me demasiado austero já que em lado nenhum encontrava como criar pastas. Afinal é arrastar um feed para o fim da lista até aparecer o texto "Criar nova pasta". Depois é arrastar outros para lá. E a pesquisa devolve tudo. Feeds, conteúdos e até ajuda! Uma delícia.

 

Sobre a importação de feeds, não vos aconselho e automática. O The Old Reader recebeu tantos pedidos de importação de feeds que o tempo de espera é grande. Em 3 dias o meu lugar na fila avançou menos de 5% . Foram milhares de adesões e compreende-se o entupimento. 

 

Embora a equipa esteja a trabalhar no sentido de minimizar isso, se fizerem a importação manual de cada feed podem começar a utilizar o serviço já. Este pelo menos merecer ser experimentado.

 

Agora vou ali continuar o copy-paste dos endereços de subscrição dos feeds do Google Reader para o The Old Reader :-)

Autoria e outros dados (tags, etc)



moradores

 

um gato no telhado, uma humana por casa e uma erva no canteiro